skip to Main Content
Área de utilizador

A Revista Portuguesa de Cardiologia tem novo Website

“Após 7 anos de vigência, o website da RPC foi agora atualizado apresentando uma nova imagem gráfica e uma nova funcionalidade permitindo, assim, uma divulgação mais eficaz do que de melhor se faz e se publica na cardiologia portuguesa. Convidamos todos a visitá-lo”.
Prof. Lino Gonçalves, Diretor da Revista Portuguesa de Cardiologia

A REVISTA PORTUGUESA DE CARDIOLOGIA

Visite aqui o novo website da RPC.

A Revista Portuguesa de Cardiologia (RPC) foi editada pela primeira vez corria o ano de 1982, surgindo como um meio de veicular informação e formação aos cardiologistas portugueses em diversos campos de estudo através da publicação de artigos cientí­ficos na área da arritmologia, cirurgia cardí­aca, cuidados intensivos, doença coronária, ecocardiografia, electrofisiologia, hipertensão arterial, insuficiência cardíaca, métodos de imagem entre outros. Em 1999 passou a ser editada também em inglês, o que lhe valeu uma projeção internacional e reconhecimento no estrangeiro.

A RPC EM NÚMEROS

Distribuída por mais de 7.000 profissionais de saúde em Portugal, a RPC divulga os avanços da cardiologia moderna, num objetivo último que é o de assegurar melhores cuidados de saúde aos portugueses. Por este motivo esta publicação tem um papel indiscutivelmente importante na formação e promoção desta especialidade médica no nosso país. É distribuída a todos os sócios da Sociedade Portuguesa de Cardiologia, a sócios de Sociedades congéneres, bem como a cardiologistas estrangeiros de diversos países. É referenciada desde 1987 na Medline e posteriormente no Índex Copernicius e tem neste momento um fator de impacto de 0,827.

O RECONHECIMENTO

A RPC representa um elemento fundamental da Cardiologia Portuguesa e, segundo o Prof. Lino Gonçalves, “uma das principais ‘montras’ da sua qualidade e do que de melhor se produz em termos científicos e de formação pós-graduada na área da Medicina Cardiovascular”.

Prova disso é o facto de ter ganho em 2016 o prémio Magda Hera pela publicação do Dr. Hélder Pereira e colaboradores, tendo este artigo sido considerado o mais relevante nas revistas ibero-americanas, incluindo as Revistas Espanhola, Brasileira e Argentina de Cardiologia.

MODERNIZAÇÃO E ACESSO À INFORMAÇÃO

Se por um lado a RPC tem, tal como foi já referido, um lugar de relevo na Cardiologia, por outro existe a necessidade de acompanhar a forma como, hoje em dia, se difunde a informação. Este novo website vem, assim, facilitar o acesso e a proporcionar uma leitura mais dinâmica, a somarão que já tem vindo a ser construído, em prol da inovação e do acesso democratizado à informação:

A RPC envia mensalmente um sumário eletrónico do seu conteúdo para mais de 14.000 pessoas em todo o mundo. A transformação do “Artigo Recomendado do Mês” em formato escrito para uma vídeo-entrevista, tornam a informação mais interativa. Para além destas mudanças, houve também lugar à disponibilização de uma APP que permite o acesso à revista através de dispositivos móveis, bem como de uma nova ferramenta denominada PlumX, que abre a possibilidade de, ao aceder a um artigo no site, ver as estatísticas relativas a essa publicação. O Twitter constitui, ainda, um meio importante de divulgação de artigos da RPC, tirando proveito da rápida veiculação de informação que caracteriza as redes sociais.

O FUTURO E A EVOLUÇÃO SÃO SEMPRE UMA META

Pode-se concluir que, apesar de constituir um meio de informação e formação de extrema importância para a Cardiologia, a RPC não ficou estagnada no tempo e procura oportunidades de se reinventar e de chegar a um público alargado. É, pois, com entusiasmo que esta publicação antevê o futuro.

Back To Top
Quero ser Sócio