skip to Main Content
Área de utilizador

Quais os pontos fortes do serviço ?

Experiência e dinamismo: Elevado volume de doentes; excecional equipa de profissionais dedicados

Multidisciplinaridade: Estreita relação com C. Cardíaca e Medicina Intensiva (Heart Team)

Centro de Referência: C. Intervenção Estrutural, Transplantação Cardíaca, Cardiopatias Congénitas e Doenças Hereditárias do Metabolismo

Formação: Ensino pré e pós-graduado da FMUP; idoneidade formativa para internato médico

Investigação clínica e translacional: participação em ensaios clínicos e registos nacionais e internacionais; projetos autónomos em cooperação com FMUP

Quais os projetos em curso que mais diferenciam o Serviço dos restantes ?

Hemodinâmica: sala híbrida com imagem de fusão; ICP complexa, imagem intracoronária, intervenção estrutural (valvular e cardiopatia congénita)

 

Arritmologia/Pacing: disritmias em adultos, pediátricos e congénitos; ablações complexas; PM hisiano e sem fios, CDI subcutâneos,  CRT;  extração de sondas; monitorização remota

 

Ecocardiografia avançada (inl. 3D, stress farmacológico/exercício); RM e TC dedicados a cardiopatia congénita e planeamento de procedimentos estruturais

Consultas de IC/Miocardiopatias/Transplante Cardíaco, Cardio-oncologia, Cardiogenética

  1. Síncope / Sistema Nervoso Autónomo

Reuniões científicas multidisciplinares trissemanais

Quais as principais dificuldades do dia-a-dia ?

Sub-dimensionamento para a realidade de um hospital terciário, que serve vasta população em envelhecimento, com necessidade crescente de procedimentos de intervenção e internamentos mais complexos e prolongados

Escassez de camas de Cuidados Intensivos Cardíacos e  de Internamento e défice transversal nos recursos humanos

A dedicação e trabalho suplementar dos profissionais tem permitido manter a qualidade dos cuidados; contudo existe dificuldade em otimizar os tempos de espera para cirurgia cardíaca e alguns procedimentos de cardiologia de intervenção

Quais os planos para o futuro ?

Aumentar equipa assistencial

Manter aposta em inovação, formação e diferenciação:

  • Iniciar Consulta de Doença Valvular fundamental dado volume de intervenções valvulares percutâneas e cirúrgicas
  • Desenvolver Unidade de Imagem Cardiovascular com maior acesso a TC e RM
  • Ampliar Programa de Reabilitação cardíaca (fase 1 e domiciliar)
  • Concretizar 3ª sala de Hemodinâmica
  • Criar Hospital de Dia direcionado para a insuficiência cardíaca
  • Reforçar aposta em telemedicina (mais teleconsulta e telemonitorização remota)
  • Alargar participação em projetos internacionais

Quais as três palavras que melhor definem o serviço ?

O conteúdo exposto é da exclusiva responsabilidade do serviço em questão, não vinculando/refletindo necessariamente a opinião da sociedade portuguesa de cardiologia.

Back To Top
Quero ser Sócio