skip to Main Content
Área de utilizador

Serviço de Cardiologia

1. Unidade de Tratamento Intensivo Coronário

2. Hospital de Dia

3. Componente tecnológica avançada:

3.1 Ecocardiografia estrutural (transtorácia, transesofágica e tridimensional ) e funcional (de contraste e de sobrecarga).

3.2 Cardiologia de Intervenção:

    • Estrutural (Válvula Aórtica Percutânea – TAVI)
    • Coronária ( angioplastia coronária, avaliação da fisiologia (iFR e FFR) e anatomia coronária (IVUS e OCT).
    • Pediátrica (vários tipos de dispositivos).

3.3 Electrofisiologia – EEF com ablação

3.4 “Pacing” –  Todos os tipos de dispositivos  incluindo os CDI e os CRT

4. Unidade de Investigação com um doutoramento

5. Interação com o Serviço de Cirurgia Cardio-Torácica – “Heart Team”

Quais os projetos em curso que mais diferenciam o Serviço dos restantes ?


Unidade de Insuficiência Cardíaca Avançada em fase de execução da sua estrutura física.


Unidade Cardiovascular na Consulta Externa para realização de consultas e exames a doentes externos ao Hospital em conjunto com os Serviços de Cirurgia Cardio-Torácica e Cirurgia Vascular.


Via Verde Coronária Pré-hospitalar com o apoio da Proteção Civil, Centros de Saúde e Via Verde Coronária Intra-hospitalar.


Centro de Simulação  Clínica da Madeira cria condições para a organização e ministração de cursos práticos.


Registos Clínicos atualizados no domínio da cardiopatia isquémica (COLGE ) e implementação de novos Registos, já que as condições insulares funcionam como um verdadeiro Laboratório Vivo para a recolha de dados.


Investigação ligada ao Serviço, com caráter autónomo, para a realização de trabalhos científicos ou projetos de doutoramento.

Quais as principais dificuldades do dia-a-dia ?


Falta de recursos humanos qualificados na área médica mas também de enfermagem e técnicos de cardiopneumografia.


Capacidade Assistencial aquém do desejável, quer a nível de consultas externas quer a nível de exames sem uma resposta célere aos pedidos dos Serviços Hospitalares  ou Centros de Saúde.


Falta de médicos internos que são a força motora para o rejuvenescimento e crescimento do Serviço, já que 1 ano da sua formação é feita fora da Região.


A formação continua não consegue ser implementada de uma forma ideal, apesar de frequentes sessões ministradas por palestrantes de reconhecida competência e por elementos do Serviço apesar da falta de tempos disponíveis destes e da sua exiguidade.

Quais os planos para o futuro ?


Aumento significativo dos recursos médicos, com crescente grau de especialização:
“Necessitamos de Cardiologistas” !


Formação de um especialista  em Cintigrafia Cardíaca de perfusão.


Reciclagens em Ressonância Magnética Cardíaca .


Implementação de um pólo de Cardio-Oncologia.


Melhoria da realização da Angiotac Coronária, com avaliação da anatomia e fisiologia coronária.


Cardiopatia Estrutural a implementação de um projecto para o Tratamento Percutâneo das Válvulas mitral e tricúspide.


Projeto de integração de todos os exames realizados, centrados no doente (Multimodalidade).


Manter ou melhorar a Certificação de Qualidade já obtida (método AXA) no contexto de Programa Nacional de Acreditação em Saúde.

Quais as três Palavras que melhor descrevem o Serviço ?

O conteúdo exposto é da exclusiva responsabilidade do serviço em questão, não vinculando/refletindo necessariamente a opinião da sociedade portuguesa de cardiologia.

Back To Top
Quero ser Sócio