Curso de atualização em Medicina Cardiovascular reuniu número recorde de participantes

Com 296 cardiologistas inscritos, a edição deste ano do curso de atualização em medicina cardiovascular foi a mais concorrida de sempre e ficou marcada por três notas: excelência, evidência e formação.

Entre os dias 10 e 12 de janeiro, decorreu em Lisboa o curso de atualização em medicina cardiovascular 2019 da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC), integrado na sua Academia Cardiovascular. «Foi mais uma edição de grande sucesso deste curso, caracterizada por um número recorde de participantes. Estiveram presentes 296 cardiologistas e internos de Cardiologia, o que torna este curso o evento nacional com mais cardiologistas, após o Congresso Português de Cardiologia», classificou o Prof. Ricardo Fontes-Carvalho, diretor do curso.

Como as novidades se sucedem e é difícil para os cardiologistas conseguirem estar atentos a tudo, em todas as áreas, este curso foi dirigido, sobretudo, aos especialistas que querem ter uma atualização na forma como se abordam as patologias cardiovasculares.

O evento, cujos temas abrangeram todo o continuum cardiovascular, desde a prevenção à abordagem da insuficiência cardíaca, passando pela arritmologia, dispositivos e tecnologias para o futuro da Cardiologia, sem esquecer a discussão das grandes controvérsias atuais da medicina cardiovascular, pode ser resumido em três notas principais: excelência, evidência e formação. «Por um lado, destacaria a excelência das apresentações, do debate, da discussão clínica; por outro, salientaria que foi apresentada a melhor evidência cientifica, mas sobretudo a melhor forma de a aplicar na prática clínica do cardiologista, para além de terem sido discutidos os últimos ensaios clínicos e guidelines da área cardiovascular e de que forma a sua aplicação pode melhorar o tratamento da doença cardiovascular», resumiu o especialista.

Como se pretende que este não seja um evento estanque, todos os participantes terão acesso ao longo de todo o ano aos vídeos e slides das apresentações, através de um registo no site da Academia Cardiovascular.

Por tudo isto, o diretor do curso não hesita em afirmar que esta iniciativa é já um marco da formação e atualização em Cardiologia. «Entendemos que este tipo de iniciativas são importantes para melhorar os padrões de diagnóstico e tratamento da doença e, consequentemente, terão impacto na saúde dos portugueses, ou seja, constituem uma forma de contribuir para aquele que é o desígnio da SPC: através da formação, reduzir a mortalidade de causa cardiovascular no nosso país.»

 

Texto elaborado pelo Gabinete de Comunicação SPC (S Consulting)

Outras Notícias
Artigos Revista SPC